Horário Sala Insights Sala Sinapses
 08:00 Credenciamento e recepção dos participantes
 08:40 Abertura Oficial – Dairton Bassi
 09:00
KEYNOTE – Organizar para Complexidade: Por que o Agile foi apenas o 1.o passo? Como transformaremos organizações inteiras para a era do conhecimento?
KEYNOTE Niels Pflaeging
Todos nós nos fazemos perguntas do tipo: Como as organizações podem lidar com um mundo cada vez mais complexo? Como ajustar uma organização em crescimento, sem cair na armadilha da burocracia? Como superar as barreiras que impedem a organização de atingir uma melhor performance, inovação e crescimento? Como tornar a organização um lugar mais adequado às pessoas e atingir um maior nível de comprometimento? Como produzir mudanças profundas, vencendo as barreiras?
Niels Pflaeging demonstra que, para lidar com estas questões, devemos criar organizações capazes de lidar robustamente com a complexidade, ao mesmo tempo em que as pessoas sejam levadas em consideração. Ele também discutirá como isso pode ser feito: Você vai aprender sobre conceitos que tornam possível transformar organizações inteiras, capazes de lidar com a complexidade, independentemente de tamanho, idade, mercado, localização ou cultura.
10:00
Magia
TREND TALK Klaus Wuestefeld – Objective 18 minutos
Assim como desenvolvimento de software, magia é a tentativa de entender, experimentar e influenciar o mundo usando rituais, símbolos, ações, gestos e linguagem. Nem todo mago tem o mesmo poder e nem todo código escrito tem a mesma potência. Esta palestra desvenda os mistérios da antiga métrica do poder do código e é uma iniciação ao arcano caminho dos aprendizes de magia de software.
Dissolvendo-se em Código
TREND TALK Rodrigo Bamboo – Criador da Linguagem Boo 18 minutos
Live coding é uma metodologia, uma forma de pensar que se aplica a todos os tipos de cenários. Quando compondo música, projetando um algoritmo ou rascunhando com CSS, o retorno imediato informa o criador de suas idéias enquanto ele as cultiva. O fluxo de trabalho influencia o processo de pensamento enquanto acontece. É um processo de baixo para cima, bem conhecido entre os Lispeiros, mas também por artistas de todo os tipos. Live coding é para os programadores o que o jazz é para os músicos, uma cultura de improvisação, um conjunto de técnicas que fluidificam a busca de um objetivo maior. – Daniel Szmulewicz
Esqueça tecnologia. Inovação é coisa de gente.
TREND TALK Paulo Melo – C.E.S.A.R. 18 minutos
Nesta Trend Talk, Paulo Melo irá abordar um tema bastante discutido atualmente: inovação. Paulo defende que inovação não tem a ver com o emprego de uma tecnologia nova, nem com o uso de tecnologia de ponta. Através de cases de sucesso do Brasil e do mundo, Paulo propõe que inovação tem a ver com a mudança de comportamento de pessoas do mundo real. Desta forma, Paulo defende uma abordagem de inovação mais humana que só faz sentido com o envolvimento de consumidores, com o trabalho de profissionais de diferentes perfis e que lida com o erro como parte do processo de inovar.
Massive Social Media e a construção de marcasSlides da apresentação
TREND TALK Michel Lent – Pereira & O’Dell 18 minutos
Estamos vivendo a era das mídias sociais massivas, onde com o uso das redes sociais é possível se falar com milhões de pessoas, assim como a TV fazia no passado. O que muda nesse novo contexto? Como as marcas devem se comportar? Quem pode ajudar?
Rodada de discussões 20 minutos
Rodada de discussões 20 minutos
 11:00 Coffee-break e Networking
 11:30
Análise de negócios ágil é jogar a vida no hard
TREND TALK Claudio Kerber – Lambda3 18 minutos
Faz alguns anos que eu digo por aí que um alista de negócios de TI sênior se sente como alguém que acabou de começar ao encarar um ambiente que trabalha com os princípios ágeis. Eu sempre tive dificuldade para mostrar de forma objetiva porque é tão desafiador, até que no final do ano passado consegui expressar isso em uma imagem que gostaria de apresentar para você para trocarmos algumas ideias. Que tal?
Características Ágeis e Análise de Negócio fora do ambiente de TI: Um paradigma a ser superado
TREND TALK Fernando Baptista – IIBA® Chapter Rio de Janeiro 18 minutos
A Tecnologia da Informação foi o berço da Análise de Negócios e um campo fértil para as metodologias ágeis. A produção de soluções baseadas em software um caminho rentável. Porém o Analista de Negócios é um profissional de entrega, que se utiliza de características ágeis como um caminho eficaz na entrega de soluções. Será possível o Analista e o método sobreviverem sem a Tecnologia como produto?
Esta é uma teoria que vem ganhando espaço entre os Analistas de Negócio que visualizam um grande universo de oportunidades em um mercado cada vez mais aberto.
Desenvolvendo um Framework com TDD – Um Diário de Bordo
TREND TALK Eduardo Guerra – INPE 18 minutos
Essa apresentação é um relato de experiência a respeito da utilização do Test-driven Development (TDD) para o desenvolvimento do framework Esfinge QueryBuilder. Serão abordadas questões práticas e lições aprendidas durante esse desenvolvimento, focando em como trabalhar em um design complexo utilizando TDD. Algumas das questões abordadas serão: quando utilizar mock objects, como reduzir o esforço com a codificação dos testes, quando utilizar testes de integração e como fazer grandes refatorações. Cada tópico será ilustrado com exemplos reais ocorridos durante o desenvolvimento do framework.
Legibilidade de CódigoSlides da apresentação
TREND TALK Felipe Volpone – Dextra 18 minutos
Você escreve seu código para que todos entendam? Ele passa a mensagem que deveria passar? Você enxerga claramente o que ele faz, ou é preciso gastar horas desvendando seu mistério? A legibilidade do código, e além disso, a clareza com que é desenvolvido, é fundamental para o bom andamento do projeto. Todos os códigos são perecíveis e a feature, que um dia foi fácil de entender e rápida para desenvolver, torna-se complexa e árdua para manter.
Rodada de discussões 20 minutos
Rodada de discussões 20 minutos
12:30
Metodologias Ágeis no Governo – Mitos e VerdadesSlides da apresentação
TREND TALK Rafael Prikladnicki – PUCRS e Isaque Vacari – Embrapa 18 minutos
Como metodologias ágeis tem sido e podem ser melhor utilizadas no governo? Quais são suas vantagens e desvantagens? Como metodologias ágeis tem sido posicionadas no contexto do governo? Como metodologias ágeis tem enfrentado e respondido aos problemas clássicos de ambientes de governo, incluindo ambiente político e burocrático? Quais são afinal os mitos e verdades por trás da adoção de metodologias ágeis no governo? Analisamos mais de 100 estudos empíricos publicados sobre desenvolvimento de software no governo em diversos países e em diferentes setores, e encontramos algumas respostas importantes para diversas destas perguntas. Entre algumas constatações, o governo tem passado por um grande processo de modernização para atender os compromissos atuais e emergentes da sociedade. Por outro lado, o setor público tem adotado novas tecnologias e processos bem depois dessas abordagens terem sido experimentadas e avaliadas pelo setor privado. Junte-se a nós em uma conversa interativa e ajude-nos a identificar os mitos e verdades da agilidade no governo e possíveis soluções.
Contratos de Desenvolvimento de Software para Governo: Blue Pill or Red Pill?Slides da apresentação
TREND TALK Renato Willi – SEA 18 minutos
Apresentaremos brevemente a evolução dos contratos de desenvolvimento de software e uso dos métodos ágeis no governo, passando pelos movimentos da comunidade ágil, sua influência, alguns cases de sucesso e seus aprendizados. Mas, contar histórias e problemas não muda muito as coisas. O maior propósito desse talk é apresentar duas premissas diferentes para gestores públicos e empresas privadas relfetirem sobre contratos de desenvolvimento de software, e em seguida apresentar algumas ideias bastante inovadoras e amadurecê-las junto a audiência.
Nunca se torne escravo de uma metodologia: elas são mestres medíocresSlides da apresentação
TREND TALK Glaucia Peres – Globo.com 18 minutos
Nesta talk, pretendo falar um pouco de como nós escalamos, adaptamos, customizamos e misturamos o Scrum com outros métodos ágeis de modo a ter um processo extremamente leve e ágil, preservando os valores do manifesto ágil. Uma tendência em organizações que adotaram agilidade e estão mais maduras, tornar os processos cada vez mais leves e mais eficientes, e como enxergo as tendências para o futuro nesta área.
Agile customs
TREND TALK Juliano Ribeiro – Massimus 18 minutos
Nessa talk falaremos sobre adoções reais de ágil e como elas falharam na tentativa de seguir modelos pré definidos, somente alcançando sucesso quando começaram a pensar fora da caixa e pensar por si mesmos. Afinal, estamos descobrindo maneiras melhores de fazer software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazê-lo.
Rodada de discussões 20 minutos
Rodada de discussões 20 minutos
 13:30 Almoço
15:00
Empreendedorismo em Startups de Software – em busca da Terra Prometida
TREND TALK Fabio Kon – IME/USP 18 minutos
Quer criar uma startup? Foi convidado para ser CTO de uma startup? O que fazer para que o negócio dê certo? O que não fazer para que o caldo não entorne? O que podemos aprender com as startups da Terra Santa?Baseado em pesquisas científicas sobre o mundo das startups, discutiremos boas práticas que levam ao sucesso e os erros mais comuns cometidos pelos empreendedores.
Lessons Learned Starting Businesses
TREND TALK Juan Bernabó – Germinadora e TeamWare 18 minutos
 Começar um novo negócio é uma das coisas que tem muito risco. Eu sei, começei muitos, o dificil não é começar, o dificil é fazer dar certo. Um novo negocio precisa que muitas variaveis estejam corretas para ele funcionar, e fazer isso acontecer pode ser uma loteria, a menos que você tenha uma abordagem inteligente para aumentar as tuas chances e minimizar o teu risco. Pessoas inteligentes aprendem com seus erros, pessoas sabias aprendem com os erros dos outros.
Vem codar: refatorando suites de testes (no foyer do Centro de Convenções – capacidade para 20 pessoas)
TRENDS in ACTION Cecilia Fernandes – Caelum 50 minutos
Código ruim está por toda parte. Classes de milhares de linhas, métodos que fazem trocentas coisas, infindáveis ifs e elses. Melhorar código ruim é tarefa de todo desenvolvedor — e muitos de nós fazemos isso. Curioso é que, embora escrever código ruim seja motivo de vergonha, não nos sentimos tão mal em escrever atrocidades nos testes! E isso é errado. Traga sua máquina com um ambiente de desenvolvimento Java e venha pôr a mão na massa e melhorar uma suíte de testes legada! Aprenda e compartilhe técnicas e dicas para limpar também seu código de teste.
Construa um produto. Quando? Neste final de semana (capacidade para 70 pessoas) Slides da apresentação
TRENDS in ACTION Daniel Wildt – uMov 50 minutos
Construir produtos é uma excelente forma de testar nossas habilidades. Sendo designer, desenvolvedor, analista de negócio, testador, gestor de um projeto, todos papéis são imporantes. Agora, precisamos praticar a nossa humildade e o processo de receber feedbacks, de desenvolver clientes, desenvolver nossa comunidade, nossa rede. Nesta atividade quero discutir e praticar alguns experimentos que tenho feito, ligados e não ligados somente a software, com lições que tenho aprendido sobre marketing, sobre o mercado, networking, sobre software.
 Rodada de discussões 20 minutos
 16:00
How to Transform a Multi-National e-commerce company into Agile
TREND TALK Amir Razmara – Avenue Code 18 minutos
The goal of this presentation is to share our experience in transforming a Fortune 100 retailer with engineering divisions distributed across North and South America, Europe and Asia. Totaling the transformation of over 1000 software engineers and project manager. In this presentation we look at all aspects of the transformation and the challenges one will face when deals with a large and distributed organization. The goal of the presentation is to provide details on the full eco-system necessary for a successful Agile Software Delivery We discuss successes, failures and lessons learned The audience at the end of this presentation will walk away with what it really takes to transform an organization into an Agile organization.
Lean e Entrega Contínua em um caso real
TREND TALK Carlos Villela (CV) – ThoughtWorks 18 minutos
Depois de mais de um ano como líder técnico no projeto, Carlos vai oferecer uma rápida introdução às mudanças e resultados dramáticos em um dos projetos e times mais eficientes e previsíveis em que já trabalhou.
Learning 3.0
EXTRA SESSION Happy Melly Brazil 50 minutos
Nesta sessão os participantes terão uma experiência única de aprendizagem colaborativa que será facilitada através do Learning Canvas, uma ferramenta do Learning 3.0 (www.learning30.co). Temas relacionados à Agile serão problematizados e distribuídos em pequenos grupos, então cada participante irá escolher o tema no qual tenha interesse ou experiência e ingressar em um grupo. Em cada grupo um facilitador conduzirá discussões em volta de opiniões e experiências relacionadas ao tema buscando variadas alternativas para a solução do problema. Aprendizagem irá emergir ao longo das discussões e o resultado desta aprendizagem será transformado em um plano de ação.
Rodada de discussões 20 minutos
17:30
Happy Hour, troca de experiências e networking
KEYNOTE
Após a última apresentação, estendemos a programação com um grande happy hour com todos os participantes, palestrantes e patrocinadores. Uma ótima oportunidade para networking e trocar experiências acompanhados por bebidas e petiscos.
 19:00 fim do primeiro dia

Horário Sala Insights Sala Sinapses
 08:00 Recepção dos participantes
 08:50 Abertura do 2º dia
 09:00
KEYNOTE – Agile’s Heritage: Defending a Just and Free Internet
KEYNOTE Roy Singham – Fundador e Presidente da ThoughtWorks
10:00
Metade dos projetos de software falham. Ágil também falha! Quer saber por que?
TREND TALK Alexandre Freire – Industrial Logic 18 minutos
As pesquisas não mentem, metade dos projetos de software falham! Suas chances até aumentam um pouco se adotar Ágil ou Lean, masa pegadinha é que a grande maioria dessas adoções falha! Poucas organizações obtêm sucesso inquestionável quando resolvem transformar a maneira como trabalham. Por mais que prometamos melhorias exponenciais, infelizmente a maioria das nossas equipes nunca consegue evoluir até elas. Sofremos com adoções parciais e dolorosas ou nos conformamos com o aparente “fato” de que o Agile/Lean é só mais uma moda passageira. Tudo bem, não é nossa culpa. A culpa é de um detalhe inerente a esses métodos: ao adotar agilidade, a primeira coisa que precisamos fazer é escancarar nossos fracassos para todos verem. Aprender com nossas falhas não é fácil; não é natural para todos e nem todas culturas convidam o fracasso e o aprendizado que podemos obter com ele. Nesta palestra pretendo discutir com vocês 5 das principais causas de falha que observamos nesta última década que popularizamos a agilidade, mas continuamos fracassando. Quem sabe no nosso próximo projeto teremos mais sorte?
The Internet is Broken
TREND TALK Ola Bini – ThoughtWorks 18 minutos
This presentation will talk about the various ways that the technology of the Internet does not currently suit our needs for privacy and anonymity, or security for that matter.
Aplicação do Modelo Canvas por Área de Conhecimento para o gerenciamento ágil de projetos
TREND TALK José Abranches e Cristiane Ikenaga – SENAC 18 minutos
Considerando iniciativas como o Business Model Canvas e o Project Model Canvas, os autores desenvolveram alguns modelos canvas para tratar de modo ágil as especificidades de cada área de conhecimento no gerenciamento de projetos. O uso de modelos gráficos de quadro único (canvas) possibilita às equipes de um projeto uma visão global para a aplicação de práticas ágeis, como o planejamento de entregas e iterações, bem como a realização das reuniões rápidas e objetivas de trabalho.
Ainda há resistência aos métodos ágeis?
TREND TALK Rodrigo de Toledo – Knowledge 21 18 minutos
Os métodos ágeis provocam diferentes reações nas pessoas, há uma coleção de ideias contra-intuitivas e uma combinação de quebras de paradigmas que questionam o conhecimento anterior. A argumentação se torna mais difícil ainda quando alguns dos questionamentos são respondidos frequentemente com “depende”. Ou seja, não há uma resposta exata, pois os métodos ágeis podem se adaptar dependendo do contexto. Em um mundo predominantemente tradicional, esse cenário traz uma resistência por tirar as pessoas da zona de conforto. No entanto, muitos anos já se passaram e os métodos ágeis são adotados por um número cada vez maior de organizações. Será que ainda há resistência? Que tipos de resistência são as mais frequentes? Como contornar a resistência de chefes, antigos programadores ou clientes? Esta palestra pretende tratar o assunto de maneira interativa onde se espera que o público participe ativamente.
Rodada de discussões 20 minutos
Rodada de discussões 20 minutos
 11:00 Coffee-break e Networking
 11:30
7 Dicas práticas para criar produtos inovadores na Era das Tecnologias DisruptivasSlides da apresentação
TREND TALK José Papo – Amazon 18 minutos
Nessa talk vamos oferecer dicas práticas, que você poderá usar diariamente, para entender clientes/usuários e elaborar melhores soluções e produtos. Algumas dicas são universais e outras são particulares ao período em que vivemos aonde Lean, Agile e Tecnologias disruptivas (como Big Data, Cloud, Internet das Coisas, etc) fazem parte desse período de inovação combinatória. Depois dessa palestra você verá o mundo ao seu redor com novos olhos e muitas oportunidades para inovar e romper barreiras!
Agilidade na gestão de produtos digitaisSlides da apresentação
TREND TALK Diana Corrêa – Grupo RBS 18 minutos
Um dos princípios do manifesto ágil é “satisfazer o cliente, através da entrega adiantada e contínua de software de valor”. Mas e quando o cliente são milhões de pessoas? Como descobrir e medir o que é valor? Um bate papo de 18 minutos sobre como aprendi que a agilidade deve permear todo o processo de gestão de um produto digital: do concept ao desenvolvimento, do lançamento à evolução.
Escalando Projetos Ágeis com SAFe
TREND TALK Sandra Sergi Santos – IBM Brasil 18 minutos
Neste talk iremos apresentar um dos frameworks mundialmente aplicados em empresas considerando os principais fatores de escala como tamanhos de times, distribuição geográfica, complexidade da organização, requisitos de compliance, desenvolvimento externo, complexidade técnica. Em uma analise comparativa iremos apresentar as principais diferenças entre o Scrum bem como outros modelos de escala como Disciplined Agile Delivery (DAD).
Coragem para ser ágil: você tem o suficiente?
TREND TALK Rafael Miranda – HE:mobile 18 minutos
Quando lemos os princípio e valores do Manifesto Ágil, a filosofia do Lean, as regras do Scrum e do XP e as práticas do Kaban, em geral, todas fazem muito sentido. Elas soam como a forma correta de se lidar com contextos complexos, como desenvolver software: aprender com as falhas, expor problemas, investir em qualidade, descobrir e construir o produto incrementalmente, feedback constante, etc. Mas quais são as consequências da implementação destas coisas?Será que nós temos coragem de enfrentá-las? Será que durante o nosso dia-a-dia nós temos força suficiente para lidar com os traumas que uma postura ou transição ágil podem gerar? Nesta palestra conversaremos sobre tudo isso, e levantaremos muito mais questões do que traremos respostas.
Rodada de discussões 20 minutos
Rodada de discussões 20 minutos
12:30
Aprendendo como tomar decisões em equipe
Slides da apresentação
TREND TALK Matheus Haddad – Webgoal 18 minutos
A decisão em equipe envolve vários agentes, critérios, alternativas, interesses, pontos de vista conflitantes e grupos de pressão. Quando uma equipe não consegue tomar uma decisão, o poder da decisão acaba ficando na mão de uma única pessoa (uma fuga para o velho paradigma de gestão, onde poucos pensam e a maioria apenas executa o que foi pensado). Nessa Trend Talk, você vai aprender 5 abordagens diferentes para tomar decisões em equipe. São papéis, técnicas e ferramentas que farão a sua equipe trabalhar de maneira efetiva na resolução de problemas cada vez mais complexos, praticando a auto-gestão e aumentando sua autonomia.
The PornoAgile – Uma visão sobre agile apenas para maiores
Slides da apresentação
TREND TALK Manoel Pimentel – Adaptworks 18 minutos
Lições aprendidas em 7 anos de agilidade na Bluesoft
Slides da apresentação
TREND TALK André Faria – Bluesoft 18 minutos
Ao longo desses 7 anos de agilidade, nunca paramos de refletir e pensar em novas e melhores formas de desenvolver software, nunca paramos de mudar nosso processo, e nesse caminho apreendemos muito sobre formação de equipes, qualidade, motivação, produtividade, cultura, autonomia, inovação, sinergia e colaboração. Nessa talk compartilharei com você algumas dessas lições aprendidas.
TDD para gerentes
Slides da apresentação
TREND TALK Maurício Aniche – Caelum 18 minutos
Você é desenvolvedor, e seu gerente não consegue entender as vantagens de TDD? Você faz TDD escondido, com medo, receio? Os seus problemas acabaram! Nesta palestra, convencerei seu chefe, gerente, cacique, pai, líder-todo-poderoso, das vantagens da prática de TDD. Pratique TDD com o apoio da diretoria! E fique tranquilo, você não precisará me pagar um café depois.
Rodada de discussões 20 minutos
Rodada de discussões 20 minutos
 13:30 Almoço
14:30
KEYNOTE – A Internet de TUDO.  (isso é quase uma boa notícia)
KEYNOTE KEYNOTE – Luli Radfahrer – Professor-doutor de Comunicação Digital da ECA/USP
 15:30
Gestão de produto Lean – Estrutura, Governança e CulturaSlides da apresentação
TREND TALK Fernando de la Riva – Concrete Solutions 18 minutos
Como implantar uma estrutura de governança em portfólios de produtos e projetos mistos, envolvendo times internos e externos, contratos, estrutura, cultura e métricas.
Alinhando Estratégia, Gestão e Engenharia para criar organizações focadas em Valor
TRENDS TALK Samuel Crescêncio – Agile Alliance 18 minutos
Como responder de forma segura às mudanças sem interromper a entrega de valor? Cada membro de sua organização é capaz de entender o que é valor? Como eu posso aumentar o valor entregue e fomentar um ambiente verdadeiramente ágil? Como promover a colaboração entre os envolvidos para a criação de inovações genuinas? Ambientes de negócios bem sucecidos são construídos sobre equipes altamente produtivas que buscam continuamente a melhoria de seus processos e produtos. Elas compartilham da mesma paixão, da mesma visão e criam o conhecimento necessário para gerar os resultados esperados. Nesta Trend Talk discutirei as questões acima e abordarei pontos cruciais para promover transformações sustentáveis na busca pela agilidade.
Lean-Kanban Games (no foyer do Centro de Convenções – capacidade para 30 pessoas)
TRENDS in ACTION Rodrigo Yoshima – Aspercom 50 minutos
Nesta sessão Hands On, Rodrigo Yoshima, especialista na abordagem Lean-Kanban demostrará uma série de conceitos importantes para melhorar o fluxo de entrega de valor da sua equipe através de diversos jogos em grupo. Tamanho de lotes, Visualização do Trabalho, custos de coordenação e transação, WIP e Sistemas Puxados serão alguns dos tópicos abordados.
Técnicas para Facilitação de Times Ágeis (capacidade para 70 pessoas)
TRENDS in ACTION Rafael Sabbagh e Marcos Garrido – Knowledge 21 50 minutos
Uma das características mais importantes do ScrumMaster é ser forte em Soft Skills. No entanto, estas são habilidades frequentemente negligenciadas. Nesta sessão, você aprenderá técnicas de facilitação para ajudar Product Owners e Times de Desenvolvimento a serem mais eficientes na realização do seu trabalho. Tudo isso em uma sessão dinâmica, recheada de exercícios, discussões e reflexões.
Rodada de discussões 20 minutos
 16:30 Coffee-break e Networking
 17:00
Licitação, Copa do Mundo, 60 Desenvolvedores e Agilidade
TREND TALK Rafael Nascimento – Módulo Security 18 minutos
Como a Módulo Security reorganizou suas equipes de desenvolvimento para atender à demanda de uma solução de hardware e software para monitoramento de eventos e incidentes através de Centros Integrados de Comando e Controle altamente modernos erguidos nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo no Brasil, exposta em uma licitação da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (SESGE). Como os times foram organizados? Como eles se integraram? Como o ambiente influenciou na solução? Qual era o plano de comunicação de progresso? Qual era a formação das equipes? Que processo foi utilizado? Onde acertamos? Onde erramos? Pra onde vamos agora?
Desenvolvimento Ágil e Segurança: Namoro ou Inimizade?
TREND TALK Wagner Elias – Especialista em Segurança da Informação da Conviso Application Security 18 minutos
Os métodos de desenvolvimento ágil mudaram pra sempre a forma como os aplicativos são desenvolvidos, colocando em cheque a utilidade e a eficiência de métodos tradicionais. Entretanto, sua popularização num mundo pós internet o coloca em rota de colisão com um requisito fundamental: a segurança. Existe saída pra esse dilema? Nessa Trend Talk serão levantadas questões sobre essa relação, avaliando desde a real necessidade da segurança no ambiente atual de start-ups de software, até exemplos práticos de tentativas de conciliação.
Learning 3.0
EXTRA SESSION Happy Melly Brazil 50 minutos
Nesta sessão os participantes terão uma experiência única de aprendizagem colaborativa que será facilitada através do Learning Canvas, uma ferramenta do Learning 3.0 (www.learning30.co). Temas relacionados à Agile serão problematizados e distribuídos em pequenos grupos, então cada participante irá escolher o tema no qual tenha interesse ou experiência e ingressar em um grupo. Em cada grupo um facilitador conduzirá discussões em volta de opiniões e experiências relacionadas ao tema buscando variadas alternativas para a solução do problema. Aprendizagem irá emergir ao longo das discussões e o resultado desta aprendizagem será transformado em um plano de ação.
Rodada de discussões 20 minutos
18:00
KEYNOTE – Vamos ser Ágeis? Onde está a produtividade?
KEYNOTE KEYNOTE – Marcio Castro – Executivo de Tecnologia no Mercado Financeiro
Este keynote concluirá os temas vistos no evento todo:
* Abordagem prática no mercado financeiro;
* Resolvendo o problema da produtividade;
* Obstáculos a serem superados para uma implementação bem sucedida.
19:00 Encerramento e sorteio de brindes